sábado, 3 de janeiro de 2009

Você ou Presente Imperfeito


Escrevia muitos poemas a você;
Todos cheios de mimo, transparência, rimas pobres...
Uns, poucos, eram endereçados, enquanto dormia,
Àquela sua linda casa dos meus sonhos:
Seu colo magro e taciturno.

Falava-lhe sempre em segunda pessoa –
No fundo, nada singular.
E era tudo como o amor;
Um frio tão grande e repentino
Que me abatia em tremor por qualquer coisa
De você.

Você, com sua eloquência sabidamente soberana,
Transmutava meu disciplinado canto em burro, temeroso.
E sua chegada, ao sol na segunda,
Congelava minhas estações alegres, roubava meus expedientes.

Tinha o meu mais calculado delírio.
Era o meu mais sincero sorriso.
E com cinismo, Vencedor,
Ganhava sem jogar sujo ou limpo comigo;
Ganhava com dados de presença.

Você sabia, eu era tão tola por amar tanto você,
Que até me achava engraçada por isso.
E embora eu visse, séria, responsável, tudo o que há no mundo,
Insistia, velada, loucura em tatear seu rosto oportuno
Pois queria nele ter notícias do meu Admirável Mundo Todo:
Ver, em carne, minha morte lenta e indolor,
Em espírito, meu Deus revelado,
Ou algo tão grandioso que eu não sabia bem o quê,

Talvez um milagre inverso...
Quem sabe?
Era tudo coisa daquela tão esperada luta já perdida.
Você sabe...

Luta vã, simultânea, à fé e faca.

Vã e permanente,
Luto
Pelos verbos, gestos imperfeitos que saem de você.
Nada seu é pedra em meu caminho... Não o tenho.
Bem ou mal, sigo você, seu rastro tão incerto.
E torta, imperfeita,
Sou eu, toda, eu e você,

Pertencida e múltipla.

Por isso, me vejo, em presente aberto, indicando

Quedas
Em versos novos, sim. Mas sempre seus.
Revelo cicatriz que é chaga imediata,
Decreto dor na lembrança vindoura,
Até que assim se eternize você, o
Tudo,
Num instante,

Ou no fim.

(Natal de 2008)

5 comentários:

Camila disse...

poema mais lindo que li....
fazia tempo que nao lia algo tao belo nos blogs por que caminho!!!
este me comoveu os pelos a ponto de arrepiá-los e fazer meus olhos molhar!!!!
nao tenho palavras pra dizer o quanto gostei desta poesia!!!

Camila disse...

não canso de ler seu poema...
sempre arrepiando meus pelos...
o formato é belo, as palavras fortes, o desejo presente, a construção, as brincadeiras sérias com as letras e gramática, o amor.... tudo me encanta....

visaoesentimento disse...

estava com saudades de te ler, maria bonita que fica ainda mais bela quando escreves.

thalita disse...

Tadinha da minha amiga.

Guilherme.. disse...

Hey, Veterana,

Aprendi duas coisas muito interessantes escrevendo no blog: Primeiramente que as pessoas não gostam quando você escreve micro-poemas, poemas piada e essas coisas. Não acham digno ou qualquer-coisa-perto-disso... Em segundo lugar que não se deve escrever coisas que somente a pessoa para a qual escreveu irá entender - a quina do sorriso, por exemplo - e, acho eu, essa sua postagem é algo assim... Enfim, as pessoas gostaram. \o
Have a nice life (Y)